\r\n\r\nSejamos realistas. Quantas empresas têm um Plano de Negócios no papel? Segundo a realidade empresarial que conheço, muitas empresas fazem a sua gestão com base no seu dia-a-dia e das oportunidades que vão surgindo. Pensando que 99% do tecido empresarial nacional são PME e, na sua maioria, são micro-empresas, hoje vou falar de uma ferramenta que se adapta a negócios de todas as dimensões e em qualquer fase: o Business Model Generation. Tal como o nome indica, serve de base para criar modelos de negócio e condensá-los numa folha A4.\r\n\r\nComo o tempo é um recurso escasso, deixo aqui um vídeo sobre o Business Model Canvas, uma metodologia que inclui um livro, website e aplicações web e mobile da Strategyzer e que se tornou uma ferramenta útil quer para empreendedores, empresários e consultores. Também existe o livro «Business Model You», para ajudar as pessoas que precisam de reinventar o seu percurso profissional.Este método pode ser aplicado de várias formas. Pode ler o livro, imprimir o modelo que permite visualizar numa página o seu modelo de negócio, descarregar uma cópia para o seu computador ou subscrever o serviço nas plataformas digitais.\r\n\r\nUma das formas recomendadas pelos autores do livro é ter uma versão física do modelo impressa para colar na parede, para servir de base ao debate das ideias que vão surgindo entre as pessoas envolvidas. Depois é questão de ir preenchendo com um post-it para cada uma das ideias no seu modelo de negócios, para assim poder alterar a sua disposição. Pode ainda ver o blog em Português sobre o assunto, da autoria de Hugo Ribeiro, para ter mais ideias de aplicação.\r\n\r\nO modelo está dividido em 9 áreas:\r\n\r\n- Atividades chave para executar o modelo de negócio da empresa.\r\n- Principais recursos necessários para criar valor para o cliente.\r\n- Rede de parceiros que complementam os outros aspectos do modelo de negócio.\r\n- Proposta de Valor – produtos e serviços oferecidos pelo negócio.\r\n- Segmentos de mercado: o público-alvo para os produtos e serviços de uma empresa.\r\n- Canais através dos quais uma empresa fornece produtos e serviços aos clientes.\r\n- Relação com o Cliente: como angariar clientes e alimentar um relacionamento com o cliente (CRM)\r\n- Estrutura de custos do negócio, fixos e variáveis\r\n- Fontes de rendimento: a forma como a empresa ganha dinheiro através dos vários fluxos de receitas.\r\n\r\nAlém de detalhar cada um destes nove blocos, o livro sistematiza quase todos os tipos de opções possíveis para cada item. Esta é uma ajuda preciosa para criarmos o nosso próprio plano de negócios, tendo por base o resultado de um brainstorming que centenas de pessoas realizaram e deixaram materializado neste livro.\r\n\r\n

Modelo para criar ou reinventar o seu negócio

\r\n\r\nNa atual conjuntura, as preocupações das empresas são coisas tão terrenas como ter dinheiro para pagar as contas e ordenados, receber dos seus clientes e enfrentar questões de sobrevivência provocadas por alterações da economia e da legislação fiscal. Quem tem cabeça para pensar no seu Modelo de Negócios? Se calhar esta é a melhor altura para pensar em alternativas. Se continuar a fazer o que fez até aqui, não vai conseguir ter um resultado diferente.\r\n\r\nO mundo mudou muito nos últimos anos. Ainda mais para aqueles que não nasceram na era da Internet. Aproveito para perguntar: de que forma incorporou as inovações tecnológicas no seu modelo de negócio? Qual a sua estratégia digital? Segundo Stephen Covey, a proactividade é um dos 7 hábitos das pessoas muito eficazes e esta característica é cada vez mais importante para a sobrevivência profissional. Este método de criação de modelos de negócio pode dar uma boa base para repensar o seu negócio em contexto de crise e para o reformular, a pensar em melhores dias.\r\n\r\nNota bibliográfica:\r\n\r\nBusiness Model Generation, escrito por A. Osterwalder, Yves Pigneur, Alan Smith e mais 470 participantes de 45 países, 2010.