Conteúdo e algoritmo: como ter sucesso sem perder a identidade

A nossa visão do mundo e os nossos valores criam o fio condutor que une todas as peças de conteúdo que produzimos.

Quando andamos atrás do último truque para vencer o algoritmo esquecemo-nos do nosso porquê e a nossa comunicação fica confusa. E quando há falta de clareza, estamos a comprometer a confiança das pessoas.

Como funcionam os algoritmos

Os algoritmos das redes sociais analisam os interesses e os padrões de comportamento das pessoas para tomar decisões sobre que publicações mostrar a quem. São eles que vão determinar a relevância da sua mensagem para as pessoas, em função dos seus comportamentos e das interações (ou ausência delas).

A era das publicações por ordem cronológica acabou há muito e agora todas as plataformas funcionam por recomendação de conteúdo em função do histórico de navegação e de interações.

No mundo atual, com excesso de estímulos, a sua mensagem precisa de quebrar o padrão e de chamar à atenção. Isso faz-se com a sua identidade (visual e não só), originalidade e criatividade. Cada marca é uma mistura única de características e vai muito, muito além de um logótipo. As pessoas compram de marcas que conhecem, gostam e confiam.

Como já vimos na última newletter, a Google privilegia conteúdo original de qualidade. Também Adam Mosseri, do Instagram, veio dizer recentemente dizer que o Instagram passou a dar mais importância ao conteúdo original.

O que mais vemos é cópias de conteúdo e, no fim, todos acabam a comunicar da mesma forma. Como furar esta lógica para sermos notados e fazer passar a nossa mensagem?

Como lidar com o algoritmo é um dos principais desafios identificados pelos alunos nas minhas formações.

Meme Nazaré confusa
Meme Nazaré Confusa

Como fazer para sermos originais? Com um mix equilibrado de repetição e inovação.

Saiba quais são os seus pontos fortes, quais as suas características mais marcantes e o que torna única a sua visão. Comunique-os. Tenha clareza e coerência na sua comunicação e consistência em todos os canais em que comunica.

Crie e reforce o seu posicionamento na mente do leitor/utilizador/cliente: escolha os tópicos e subtópicos que vai abordar de forma consciente e defina formalmente a sua linha editorial.

Crie conteúdo único, relevante e interessante, variando entre conteúdo de entretenimento, inspiração, informação e de venda.

Distribua a sua mensagem em vários formatos e tenha em conta a forma como as pessoas preferem consumir, SEM perder a essência da marca.

Pesquise e organize as hashtags relevantes para a sua marca e ocupe as categorias relevantes em cada plataforma

O seu conteúdo ajuda as pessoas a alcançar um resultado. Descubra porque é que as pessoas seguem a sua conta. Que ganhos obtêm?

Evolua sem perder a sua identidade.

Nem sempre aquilo que precisamos de dizer é popular

Ora, se andamos a ver o que funciona para o algoritmo e isso se nota naquilo que dizemos, onde fica a personalidade da marca? Andamos ao sabor do vento em busca da popularidade.

Como em tudo na vida, também a popularidade se move por ciclos. O que é popular agora daqui a nada vai cansar. Hoje são populares os hacks e gatillhos mentais, mas assim que as pessoas conhecem a maior parte dos truques começam a desenvolver imunidade.

A identidade da sua marca precisa de se manter fiel a si própria na forma como acompanha a evolução dos tempos.

Na formação e na consultoria, sinto a importância de me manter relevante e de preservar a visão estratégica do que faço: o meu porquê. É por isso que nas minhas formações apresento muitas vezes o vídeo do Golden circle, de Simon Sinek.

As pessoas compram o teu porquê e confiam em ti quando partilham os mesmos valores e visão do mundo.

Escreva 100 palavras por dia

100 palavras por dia, nem sabe o bem que lhe fazia… digo isto em tom de brincadeira, mas muito a sério nas minhas convicções. Através da prática, a escrita torna-se mais fácil.

Este poderá ser o mote para um desafio pessoal de escrita a que me proponho, estendendo a si o convite, para o caso de me querer acompanhar.Continue reading

Como te sentes melhor a comunicar?

Como te sentes melhor a comunicar

As condições perfeitas não existem… Comunica aquilo que és e como ajudas as pessoas. Eu comecei com um blog e com um part-time… Sabes porque gosto de fazer Estratégias de Conteúdo personalizadas? Porque cada entidade é uma combinação única de fatores.Continue reading

7 conselhos para quem se está a iniciar na vida de empreendedor

Vida de Empreendedor

Tem muito que se lhe diga, a vida de empreendedor. A realidade portuguesa é muito diferente da norte-americana, especialmente se anda a ver muitos episódios do Shark Tank (como eu). Deixo-vos 7 ideias-chave que resumi na minha experiência desde que me tornei empresária, em 2013. Tive oportunidade de ir trabalhar para Espanha e escolhi ficar em Portugal.

Em Portugal temos  um excelente clima e qualidade de vida. O contexto não é dos mais favoráveis para quem quer empreender. Agora temos de cultivar algumas características pessoais para levar a bom porto o nosso negócio, como a criatividade, a autodisciplina, confiança, resiliência e assertividade.

Tudo isto em nome da liberdade: financeira, geográfica e de tempo.

Continue reading

Programas de afiliados para todos os gostos

Programa de Afiliados para todos

Lançou um blog e está a pensar como o pode rentabilizar? O marketing de afiliação baseia-se em plataformas que promovem a divulgação dos produtos ou serviços de anunciantes recorrendo a banners ou links de texto em publicações online ou blogs. Para tal, os administradores dos site registam-se nos programas de afiliados e publicam esse conteúdo, de acordo com as várias possibilidades: nos seus blogs em banners, newsletters, RSS, links contextuais e lojas online, para referir alguns. Atualmente existem muitos programas interessantes no mercado português em várias áreas temáticas.Continue reading