O meu lado geek…

O meu lado geek

O Marketing está cada vez mais tecnológico. Sempre tive «queda» para as tecnologias, o que me permite colocar em prática as ideias de forma rápida para fazer pequenos (e grandes) testes. Adoro estudar e aprender coisas novas e não gosto de partilhar a minha vida privada nem aprecio a ostentação que vejo no Marketing.

O perfil do profissional de Marketing que tenho visto por aí é muito virado para o lifestyle e para fazer promessas difíceis de cumprir… essa não é bem a minha onda.

Trabalho há mais de 20 anos nos media e já vi muitos fenómenos aparecerem e desaparecerem.

Ao ter áreas de interesse por vezes muito diferentes: jornalismo, marketing, análise de dados, gestão, finanças pessoais… tem sido difícil escolher um caminho único.

Até que chegou uma altura que concluo que este não é um defeito que consiga corrigir, faz parte de mim.

Esta diversidade de interesses beneficia os meus clientes: dou-lhes uma visão mais abrangente, que vai muito além do Marketing e da teoria.

O meu lado mais tecnológico

Na minha adolescência era uma rapariga geek numa altura em que isso não era fixe e procurava passar despercebida. Chamavam-me «marrona» e passava muitas horas na biblioteca e no estúdio de rádio da escola.

Era a única rapariga a participar nas Olimpíadas da Matemática na minha escola naquela altura e andei no Clube de Informática no 9º ano, em Cantanhede.

Escolhi ir para letras porque tinha uma paixão pela escrita, não para fugir à Matemática.

Assim que entrei na faculdade, em Jornalismo, no ano de 1995, fiquei fascinada com o mundo dos computadores. Tipo, se eu soubesse que isto era assim tinha feito outra escolha. Ou não.

Aprendi HTML, CSS e outras linguagens de programação num curso intensivo da Rumos. Tenho aprendido muito em autoestudo e já tenho bastante experiência em WordPress, em tantos websites que já me passaram pelas mãos.

Fiz a Licenciatura em Estatística e Gestão de Informação, ISEGI – Universidade Nova de Lisboa (2004-2007), a atual NovaIMS, que tem Redes de Computadores, Análise de Sistemas, Análise de Dados, entre outras.

Há uma enorme probabilidade de continuar a sentir vontade de estudar e aplicar programação ao longo da vida, em função da curiosidade e dos projetos que me vão aparecendo.

Além disso, sou fã das folhas de cálculo. Servem para tanta coisa, desde organizar as finanças pessoais a criar cenários em função da tomada de decisão. Foi assim para comprar casa (a casa onde estou é a minha terceira experiência de compra…).

Estar atualizada para saber delegar

Hoje ajudo empresas e empreendedores que querem fazer passar a sua mensagem única. As tecnologias fazem chegar a mensagem certa à pessoa certa. Muitas dessas pessoas são introvertidas e não apreciam a exposição. Outras até gostam e isso beneficia grandemente o projeto, se estiver tudo alinhado: a marca pessoal, os valores e missão, o cliente ideal.

O meu trabalho é muitas vezes conduzir a orquestra, para que cada um dê o melhor de si e o resultado seja harmonioso e proveitoso para ambas as partes.

A solução passa por criar soluções à medida, em que as pessoas se sintam bem a passar a sua mensagem e a resolver os problemas dos seus clientes.

 

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado.