Quando adotar o Acordo Ortográfico?

Quando adotar o Acordo Ortográfico? Para os profissionais da escrita, esta é uma decisão importante, muitas vezes tomada pela direcção das entidades empregadoras. Igualmente importante é fazer reflectir as alterações nos websites, blogs, newsletters e outras publicações institucionais nas empresas.

As alterações que mais impressão me fazem é o facto de haver palavras que admitem duas formas distintas de se escreverem correctamente e também as consoantes mudas que desaparecem. Além disso, por vezes temos de escolher que versão de duas palavras que vamos utilizar, porque são permitidas duas grafia. Esta inquietação não será só minha, suponho…

Dicionários online de Português

Além do Portal da Língua Portuguesa, existem vários guias práticos, como o da revista Visão, o da Porto Editora e o da Impala e no Brasil existe ainda o Michaelis, entre outros.

Aposto que só quando chegar a data limite se vai voltar a pensar no assunto. Gera-se novamente o burburinho e depois o povo português encolhe os ombros e vai-se adaptando aos poucos. No fundo, os portugueses que já escrevem mal passam a ter mais uma desculpa para desrespeitar a sua língua. Goste-se ou não, ele está aí.

Em Espanha existe a Real Academia Espanhola desde 1713, para que a língua castelhana fosse  preservadas «na sua maior propriedade, elegância e pureza».

Asociación de Academias de la Lengua Española integra 22 academias que existem em todo o mundo e levam a sua tarefa muito a sério.

Há quem defenda que uma Academia da Língua Portuguesa seria apenas mais um pretexto para criar mais tachos mas pelo menos era uma forma de valorizar um património que temos, que espalhámos pelo mundo mas que nem sempre nos apercebemos do seu valor.

Recordo que já temos a Academia das Ciências de Lisboa que trata um pouco destes assuntos. Porque não fazer um rebranding? Nomes sonantes e respeitados já existem.

Classe de Letras: Efectivos da Academia das Ciências de Lisboa

Será necessário uma autoridade reguladora da língua portuguesa?

Recordo-me que aqui há uns anos participei num Campeonato Nacional da Língua Portuguesa, uma iniciativa que considerei bastante meritória. Neste caso, foi escolhido um dicionário de uma editora específica – que era um dos patrocinadores – como a referência.

Na altura achei – conceptualmente – que a referência de como escrever bem as palavras em Português não deveria estar nas mãos de uma empresa, independentemente do prestígio que possa ter. Admito que possa ser um pensamento ultrapassado, mas considero que faz falta uma entidade reguladora da língua portuguesa.

Gostaria de receber comentários sobre este tema, por parte de falantes de Português de várias proveniências.

Quais os principais desafios que enfrentam com o Acordo Ortográfico?

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado.