As empresas portuguesas e o Twitter

O Twitter tem vindo a desenvolver as suas propostas para o mercado empresarial mas a forma como as empresas encaram o Twitter nem sempre é das mais entusiastas em Portugal.

Os jornalistas e as publicações são dos grupos com mais utilizadores desta ferramenta de micro-bloging, tentando partilhar notícias e gerar debate em torno de questões actuais.

Algumas empresas até criam perfis, mas depois têm dificuldades em estabelecer uma estratégia diferenciada para o canal.

O Twitter e outras plataformas de social media são, por vezes, consideradas uma moda que não se aplica às actividades das empresas.

Ao invés de as ignorar, devemos tirar proveito dessa forma de estar disponível para manter um relacionamento com o nosso cliente que está online e também acompanhar os tempos ao adoptar novos suportes para comunicar.

Estratégia para o Twitter

As tarefas de gestão de redes sociais são bastante consumidoras de tempo e muitas vezes se ouve «Eu não tenho tempo para essas coisas».

Esta é uma tarefa que não é para todos, porque exige uma estratégia, por mais simples que seja, que implique continuidade e coerência com a restante comunicação da empresa.

A regra de ouro da escrita para o Twitter é criar pequenas frases que despertem a atenção do leitor, pela originalidade ou pela utilidade, para que este sinta vontade de visitar o link associado e assim, atrair tráfego para as páginas e acções da empresa.

Os utilizadores terão mais interesse se os tweets não se limitarem a mensagens de propaganda da empresa e incluírem outras informações de interesse relacionadas com o sector de actividade, como dicas úteis, notícias e estudos relevantes.

As empresas também podem utilizar a promoção de empresas, assinaladas como «Promoted» enquanto o Twitter não tem uma versão portuguesa, ou incluir o seu perfil em directórios específicos para o Twitter.

Um dos maiores desafios para quem começa é conseguir seguidores.

Surge a questão, «Quem seguir»? Se não acompanha as novidades de ninguém, dificilmente alguém vai querer seguir as minhas, a não ser que se seja uma estrela de televisão, uma publicação de referência ou uma marca amplamente reconhecida no mercado. Se na nossa rede de contactos formos seguindo os perfis de Twitter, podemos ficar em contacto com as novidades das várias empresas com que interagimos.

A possibilidade de integrar no site da empresa as mensagens que vamos publicando é um dos atractivos do Twitter. É mais uma das formas de dinamizarmos os sites de empresas, tantas vezes estáticos e desactualizados.

Estar «porque sim» dificilmente me parece uma boa aposta para redes sociais. Como em tudo na vida, é preciso saber estar e o Twitter não é excepção.

Se na sua empresa não dispõe de recursos humanos habilitados ou vocacionados para essa tarefa, poderá ser considerada a contratação de profissionais de marketing ou comunicação com experiência na área do Marketing Digital, para que esta não seja apenas mais uma iniciativa avulsa e se integre na estratégia de Marketing da empresa.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado.